Por que seus alunos precisam de um Plano de Vida

Você sabia que o cérebro de um adolescente é mais parecido com o de uma criança que o de um adulto? Além dessa constatação, o Instituto de Neurociência Cognitiva da Universidade de Londres (UCL) também descobriu que é muito mais difícil para um jovem prestar atenção em uma palestra ou aula que para um adulto, pois o primeiro não possui as habilidades de foco de atenção tão bem desenvolvidas e, por isso, se divide entre inúmeras atividades e pensamentos. Este cenário, descoberto pela ciência, já é muito conhecido no cotidiano: é comum que um jovem deixe os afazeres escolares de lado para jogar vídeo game, conversar nas redes sociais ou se ocupar em funções que acha mais prazerosas. Por isso é essencial que a escola, os pais e orientadores sejam seus grandes aliados no processo de crescimento e amadurecimento pessoal. Eles são os responsáveis por mostrar aos jovens o que vai lhes trazer mais benefícios a longo prazo e como poderão realizar seus sonhos profissionais sem se perder o foco.

O Plano de Vida é uma interessante ferramenta para mostrar ao adolescente que ele é protagonista de suas escolhas, que seu futuro depende inteiramente de seus atos e que um projeto pode ser tão divertido quanto um jogo.

Mas, antes de tudo, é importante levar em consideração que nenhuma estratégia pode ser seguida se não for elaborada e fundamentada em propósitos sólidos. O jovem precisa, primordialmente, refletir sobre si mesmo e traçar objetivos para a sua vida.

Ao facilitar sua realização, a escola estimula a auto confiança e o compromisso do jovem com seus próprios objetivos, tornando seu sonho mais concreto e aumentando sua motivação pelos estudos.

O que é um Plano de Vida?

É um projeto de objetivos pessoais e profissionais concretos, elaborado com base em uma autoanálise de valores e metas do indivíduo. O Plano de Vida precisa considerar ações reais para a concretização dos sonhos do jovem, mas ele não é simplesmente uma lista de tarefas. Esse projeto fundamenta as estratégias do jovem na direção de seus objetivos e o encoraja a ir além da sua realidade atual, ultrapassando barreiras sociais, materiais ou geográficas.

Isso não implica somente no que ele vai fazer no futuro, mas, fundamentalmente, em quem ele escolherá ser. É primordial que esse projeto envolva os objetivos pessoais e profissionais de longo prazo do adolescente para que ele entenda a relevância dos estudos e da busca pelo conhecimento para seu futuro.

Ao longo do tempo, o plano pode ter mudanças e é importante que tenha. Afinal, o jovem vai aprendendo novas coisas a cada dia e muda sua visão e opinião sobre os objetivos iniciais.

Seus alunos possuem um Plano de Vida estruturado? Como acontece essa orientação na sua escola?

Deixe suas considerações nos comentários e nos ajude a trocar informações sobre o planejamento de vida dos alunos do Ensino Médio.

Faça o download gratuito: Matriz de Referência do ENEM - MISSU para Escolas

Assista gratuitamente a videoaula: Como a TRI Impacta na Nota do ENEM

Comentários

comentários